Pages

RSS
"A Era da Informação oferece muito à humanidade, e eu gostaria de pensar que nós nos elevaremos aos desafios que ela apresenta. Mas é vital lembrar que a informação -- no sentido de dados brutos -- não é conhecimento, que conhecimento não é sabedoria, e que sabedoria não é presciência. Mas a informação é o primeiro passo essencial para tudo isso."
Arthur C. Clarke

domingo, 24 de maio de 2009

Bom de Ler!

E tudo acaba em pizza


Aquela que a gente tanto gosta, que alimenta nossas tardes, noites, encontro com amigos e até nos salva quando a geladeira está vazia, não é tão italiana quanto pensamos. A avó da pizza já existia no oriente.

Quando os mouros conquistaram a Europa, sua influência chegou até a culinária, principalmente a espanhola e a italiana. Até a época da Renascença, havia uma grande diferença entre a massa usada em Gênova e a romana, nos ingredientes e na forma de fazer. A pizza era nada mais que uma massa redonda, seca, mas flexível como uma panqueca. Sobre a massa era colocado o recheio. Então, a pizza era dobrada inteira e comida como um sanduíche. Até hoje existe uma certa influência dessa forma de preparo nas longínquas terras mexicanas, onde o Burrito é uma comida muito popular.

No início, os ingredientes da pizza eram essencialmente secos, como as anchovas secas, cebolas, pimentões, outros vegetais e os queijos, que muitas vezes não eram derretidos. Somente após as grandes navegações o complemento perfeito da nossa amiga foi encontrado: o tomate. Logo depois de ser descoberto no continente americano, o fruto já era uma coqueluche, presente à mesa de todo nobre europeu.

Na Itália, alguém resolveu espremer e cozinhar o tomate e acabou inventando o molho. Isso elevou a pizza a um novo patamar. Inúmeras foram as possibilidades de novas misturas e novos ingredientes. A pizza, hoje difundida no mundo, adapta-se aos mais diversos paladares. Podemos observar desde coberturas doces como chocolate e banana, até sabores mais exóticos como lula, salada de maionese, frutas, cogumelos e outras misturas bisonhas.

Até a massa tem variações. A americana é mais consistente e tem (bem) mais farinha. É feita para ser comida com a mão. Exemplo: Pizza Hut. A pizza estilo italiano é mais macia e com mais recheio (viva!). É a massa mais comum e encontrada em qualquer pizzaria, com as variações "pingando óleo" (Pizza Já) e massa saborosa e descente (Pizzarella).Tem também a pizza "cream-cracker", que são pizzas secas e finas, encontradas no Artesanato da Pizza, escolhida como a "Melhor pizza de BH" pela Veja. Podemos perceber que a revista, cuja sede é em São Paulo, tem um gosto meio... diferente, para ser eufemista.

Agora que você já sabe disso, escolha o sabor da sua preferência, ou compre uma no supermercado. Por um preço razoável, você encontra uma pizza, mesmo que seja de muzzarella. É isso aí!

Pizza Enrolada.

Pizza-enrolada.jpg

Ingredientes

Massa
· 1 tablete de fermento biológico
(15 g)
· 1/2 xícara (chá) de leite morno
· 1 ovo
· 2 colheres (sopa) de margarina
· 2 e 1/4 xícaras (chá) de farinha de trigo
· Sal a gosto
. 1 gema para pincelar a massa antes de assar

Recheio
· 200 g de ricota
· 100 g de mussarela
· 100 g de presunto
· 1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes picadas
· Sal e orégano a gosto

Modo de preparo

Massa
Em um recipiente, dissolva o fermento no leite morno. Misture o ovo, a margarina, o sal e aos poucos coloque a farinha. Trabalhe a massa até ficar homogênea. Deixe descansar até dobrar de volume.

Recheio
No processador, passe rapidamente a ricota, a mussarela e o presunto. Misture a azeitona, o sal e o orégano. Abra a massa em uma superfície enfarinhada em forma de retângulo. Recheie e enrole como um rocambole. Coloque em uma assadeira e deixe descansar por mais 20 minutos. Pincele a gema e leve para assar no forno preaquecido a 200ºC durante 30 minutos ou até dourar.

Dica: Coloque uma colher de sopa de água na gema batida para pincelar massas. O dourado ficará mais fácil de pincelar o dourado ficará mais uniforme.

4 Diga uma coisinha!:

:.1Brainwashed.: disse...

adorei a receitinha

Baú da Conceição disse...

Adorei vou experimentar a receita.
Beijinhos.

Iliane disse...

gostei da receita..e..de saber que as pizzas não nasceram na Italia!!mas..essa musica:crazy!é tudo de bom..amo...

Anônimo disse...

Amiable dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thanks you as your information.