Pages

RSS
"A Era da Informação oferece muito à humanidade, e eu gostaria de pensar que nós nos elevaremos aos desafios que ela apresenta. Mas é vital lembrar que a informação -- no sentido de dados brutos -- não é conhecimento, que conhecimento não é sabedoria, e que sabedoria não é presciência. Mas a informação é o primeiro passo essencial para tudo isso."
Arthur C. Clarke

sexta-feira, 29 de maio de 2009

10 Dicas para comprar Vinho

1. Não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda ao funcionário de uma loja de vinhos especializada ou não. Há sempre treinamento para os vendedores.

2. Preste atenção a denominação do vinho, a região onde ele foi produzido. Por exemplo, um Bordeaux pode custar pouco e ser bom; um Bordeaux, Pauillac já custa um pouco mais e é muito bom.

3. Experimente sempre vinhos novos. Todos nós temos os nossos favoritos, mas a graça do mundo dos vinhos é sempre descobrir algo novo, em qualidade e preço.

4. Preste atenção à "data de nascimento do vinho", ou seja, sua safra. Muitos produtores produzem vinhos que devem ser consumidos jovens. Muitos desses são baratos e interessantes e não devem ser guardados.

5. Não guarde seus vinhos numa geladeira. Conservar o vinho numa temperatura muito baixa causa um impacto negativo ao vinho. Quando for beber um vinho branco, por exemplo, coloque a garrafa em um balde com gelo e água por 30 minutos. A temperatura ficará perfeita.

6. No restaurante, quando o garçom ou o sommelier lhe mostrar a rolha, apenas cheire a parte da rolha que fica em contato com vinho para se certificar que não há "cheiro de rolha" ou de cortiça. Assim, seu vinho também não apresentará esse cheiro.

7. Ao cheirar o vinho, você deverá encontrar aromas agradáveis, frescos e nenhum aroma estranho ao vinho. Seu aroma deverá ser como o de frutas frescas, flores frescas, algum toque de especiarias.

8. Não deixe o garçom ou o sommelier encher sua taça até o topo. Pequenas doses de vinho podem ser agitadas na taça para liberarem mais aromas. O vinho deve ser bebido aos poucos, com tempo.

9. Com exceção do Champagne, não gele muito seu vinho branco ou tinto. A temperatura para os brancos pode ser de 10º C, enquanto que para os tintos a temperatura da adega (16º C) é perfeita para apreciar todos os aromas e sabores.

10. Quando for a um restaurante, imagine que você está pagando por um serviço. No custo de todo o negócio é necessário um markup de até 2 vezes o preço de compra, o que acontece com os ingredientes dos pratos também.

5 Diga uma coisinha!:

Iliane disse...

dicas otimas..para quem aprecia um bom vinho..vinho é bom sempre!e..ainda faz bem para a saude!!!..quando se bebe com moderação né amiga..bjus

Re Boechat disse...

Digo sim...dicas super aprovadas, super úteis para quem como eu aprecia um bom vinho, seja em casa, ou num restaurante, desde que os preços cobrados sejam honestos, coisa que quase nunca acontece...estão triplicando o preço normal de um vinho na grande maioria dos restaurantes...é uma pena!

Coisinhas Daqui e Dali. disse...

Li,por trás dos momentos que não esquecemos, está na maioria das vezes um grande vinho, que os torna tão especiais.
Rsrrss concordo! sempre com moderação....bjs

Coisinhas Daqui e Dali. disse...

Verdade Re...Acredito ser um raro prazer tomar rótulos diferenciados e caros.
Mas, vale a pena lembrar que nos países nos quais a cultura do vinho é mais forte, o vinho é uma bebida democrática para todos os gostos... e bolsos... e as pessoas possuem o hábito de beber vinhos. Ninguém consegue beber um Petrus diariamente, até porque perderia a graça… Obrigada amiga por estar aqui.

:.1Brainwashed.: disse...

Bordeaux é mt bom! :p